spot_img

Lamborghini Urus SE com 800 CV

A Lamborghini acelera alta velocidade para um novo capítulo ao lançar a primeira versão híbrida plug-in do Super SUV da marca com um grupo propulsor híbrido de 800 CV, a versão PHEV promete deixar alguma da concorrência no retrovisor!

O motor 4.0 V8 twin-turbo foi concebido para trabalhar em sinergia com a unidade elétrica. Desenvolve 620 CV de potência (456 kW) e 800 Nm de binário. A unidade de combustão combina-se com uma unidade elétrica de debita 192 CV (141 kW) e 483 Nm de binário. Uma bateria de iões de lítio de 25,9 kWh está situada por baixo do piso de carga e por cima do diferencial traseiro controlado eletronicamente. O motor elétrico síncrono de ímanes permanentes localizado no interior da transmissão automática de 8 velocidades pode atuar como um reforço para o motor V8 a combustão, mas também como um elemento de tração, tornando o Urus SE num veículo 100% elétrico com tração às quatro rodas, capaz de percorrer mais de 60 km em modo EV.

O novo sistema de vectorização do binário elétrico longitudinal também faz a sua estreia no Urus SE, localizado centralmente, com uma embraiagem electro-hidráulica de discos múltiplos que distribui o binário de forma variável e contínua entre os eixos dianteiro e traseiro. A caixa de transferência funciona em sinergia com o novo diferencial eletrónico de deslizamento limitado instalado no eixo traseiro, dando ao veículo uma sobreviragem “on demand”.

O Urus SE acelera de 0 a 100 km/h em 3,4 segundos (Urus S: 3,5) e dos 0 aos 200 km/h em 11,2 segundos (Urus S: 12,5), atingindo uma velocidade máxima de 312 km/h (Urus S: 305 km/h).

Na traseira, a portinhola que dá acesso à tomada de carga foi completamente redesenhada, introduzindo uma continuidade inspirada no Gallardo que harmoniza as linhas, ligando os grupos óticos traseiros com luzes em “Y” e o novo difusor, conferindo ao veículo proporções mais desportivas. Juntamente com o novo spoiler, o difusor aumenta a força descendente traseira em 35% a altas velocidades em comparação com o Urus S, melhorando ainda mais a estabilidade do SUV.

A eficiência aerodinâmica é também melhorada pelas novas saídas de ar sob a carroçaria e pelas condutas de ar, que canalizam mais fluxo de ar para arrefecer os componentes mecânicos e do motor: um aumento de 15% em relação ao Urus original.

O novo design da secção dianteira, combinado com uma otimização da parte inferior aerodinâmica, também melhorou a gestão dos fluxos de ar dedicados ao sistema de travagem, com uma melhoria de 30% no arrefecimento do ar em relação ao sistema anterior.

O habitáculo foi atualizado para realçar o ADN de design “feel like a pilot”, apresentando novas soluções em toda a secção frontal do painel de instrumentos e acentuando a sensação de leveza já introduzida no Revuelto.

Um ecrã maior – agora com 12,3 polegadas – instalado ao centro do tablier, apresenta uma nova versão da Interface Homem-Máquina (HMI), ainda mais intuitiva, com gráficos atualizados, consistentes com os do Revuelto.

Os designers do Lamborghini Centro Stile também se concentraram nas saídas de ar; elementos de acabamento em alumínio anodizado com a forma em Y; e os novos revestimentos do painel, dos bancos e do tablier.

O condutor pode consultar o painel de instrumentos digital de 12,3 polegadas e o já referido ecrã tátil de 12,3 polegadas, integrado na zona central do tablier e no coração do sistema de infotainment Lamborghini (LIS). Inclui, também, um sistema de telemetria dedicado para o SE e novos ecrãs relacionados com os sistemas de assistência à condução que permite uma melhor perceção do ambiente em redor do veículo.

A motorização elétrica, a pensar especialmente na condução urbana, proporciona mais de 60 km de autonomia elétrica e atinge uma velocidade máxima superior a 130 km/h. Acima desta velocidade, o motor V8 apoia automaticamente o motor elétrico, da mesma forma se as exigências de binário excederem o máximo disponível do motor elétrico.

Híbrido, que pode ser selecionado quando se conduz no modo Strada, a opção que, de acordo com a marca, é a mais indicada para a condução diária. A opção Recharge, que pode ser selecionada nos modos Strada, Sport, Corsa e Neve, recarrega até 80% da bateria, mantendo a performance ideal.

A opção Performance representa a experiência para aqueles que querem apreciar todo o potencial do Urus SE não só nos modos Strada, Sport e Corsa, mas também nos modos Sabbia e Terra, realçando as qualidades dinâmicas mesmo fora do asfalto.

Dependendo do modo de condução selecionado, as molas pneumáticas do veículo ajustam a distância ao solo, rebaixando 15 mm no modo Corsa e subindo até 75 mm quando o sistema de elevação está ativado. Os parâmetros que regulam a direção, a maneabilidade e o som do V8 twin-turbo também são variáveis, refletindo-se na “personalidade” do Urus SE. O preço final do Lamborghini Urus SE ainda não é conhecido!

Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -spot_img

Mais Vistos

Newsletter